11 outubro, 2012

Mais um tiro no pé?

O Pedro Lains dá-nos este Obviamente, que embora não tendo o demito-o a acompanhar poderia tê-lo.

1 comentário:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Poderia, mas o problema é que quem o podia demitir está morto!